segunda-feira, 31 de maio de 2010

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Curiosidades sobre o sexo


1. Aproximadamente uma em cada dez pessoas já participaram de “ménage à trois”.
2. Durante a gravidez, casais fazem sexo quatro a cinco vezes por mês
3. Um estudo realizado em 2006, com cerca de 2000 pessoas – descobriu que 76% das mulheres que dormiram com outras mulheres atingiam o orgasmo. Curiosamente, na relação homem x mulher, o índice caia para 50%
4. 85% dos homens com idades entre 20 e 30 anos pensam em sexo a cada par de horas
5. 90% das mulheres na faixa dos 30 anos chegam ao orgasmo, enquanto apenas 23% das mulheres mais jovens conseguem
6. Sexo no chuveiro e na banheira são mais populares na faixa dos 30 anos
7. Também na faixa dos 30, é muito comum experimentar sadomazoquismo, vendas nos olhos e palmadinhas
8. Uma pesquisa constatou que as mulheres com idades entre 30 e 40 anos, que são casadas, encontram no sexo oral a mais agradável forma de orgasmo
9. Apenas 4% das mulheres assumem que já tiveram uma experiência lésbica
10. Os homens totalizam dois terços dos usuários de sites pornográficos.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

10 coisas que você NÃO deve dizer a um namorado em potencial


Você está ficando com um cara e torcendo pra que aquilo vire um namoro. Ele parece estar a fim… Você já está apaixonada! Como a maioria dos garotos é alérgico a compromisso, todo cuidado é pouco! Preste atenção nessas dicas do que NÃO falar pro cara e pôr tudo a perder:

? Estou apaixonada…
É muito cedo pra confessar. Se o cara souber que você já está de quatro agora, onde vai parar o ’sabor da conquista’? Não tire o gostinho de vitória dele… Seja misteriosa quanto aos seus sentimentos.

? Quando vamos sair de novo?
Já ouviu falar na lei da oferta e da procura? Quanto mais disponível no mercado, mais desvalorizado fica o produto. Então deixe que ele te procure, e não seja tão fácil.

? Quer conhecer meus pais?
Errou feio nessa! Por mais que você queira que o gato tenha passe livre na sua casa e que seus pais conheçam o futuro genro, nunca diga isso. Mesmo que ele já te ame, a última coisa que vai querer é ter que aturar uma sogra e um sogro nessa altura do campeonato.

? Pra você ser perfeito só falta parar de usar esse boné velho.
Muito cedo pra tentar mudar o estilo do cara. Vai que você está falando mal do boné que ele mais gosta… Vai que é herança de família… Aí você se queimou feio. Não arrisque em falar mal do estilo dele, pode ser fatal.

? Onde você estava sexta-feira? Liguei na sua casa, sua mãe disse que você tinha ido a uma festa… Opa! Já está controlando o rapaz? Imagina quando estiver namorando então, vai querer levá-lo na coleira! Não há nada estranho em ser ciumenta, a maioria das meninas é assim… Mas não precisa deixar o cara saber desse seu lado controlador.

? Com quantos anos você quer se casar?
Você está achando que encontrou o marido perfeito… Mas se realmente quer que o matrimônio aconteça um dia, não demonstre seu interesse em compromisso agora. Ele vai se assustar e, provavelmente, fugir.

? Quer namorar comigo?
Você não quer que ele vá embora, certo? Então não assuste o bofe. Eles não gostam da idéia de quem alguém está pensando em algemá-los. Quem pede em namoro é o homem! Machismo? Sim.

? Se um dia tivermos filhos, eles serão lindos!
Acho que o menino ainda não está pensando em ser pai. Então, para que ele não diga que vai comprar cigarros e nunca mais volte, não fale uma bobagem dessas!

? De todos os 15 caras com que eu já transei, você é o melhor na cama!
Ahhhhhhh! Não é hora de falar sobre a sua experiência sexual! Nunca é hora! Contar sobre o passado amoroso e sexual só enfraquece um relacionamento. O que passou, passou. Evite números, nomes e detalhes.

? Eu te amo!
“Eu te amo e vou gritar pra todo mundo ouvir”… Vocês ainda estão ficando, criatura! É muito cedo pra se declarar. Não deixe sua pressa estragar tudo! Colocar o carro na frente dos bois, como diria minha avó, só empaca tudo.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Sexo anal???


Esse é aquele momento em que paramos, pensamos e nos fazemos a seguinte pergunta: Por que alguns estudos dizem que o sexo anal é a solução de todo casamento moderno?

Ora, é fato que a maioria dos detentores de saco escrotal são grandes fãs de engatar a quinta marcha durante o sexo, mas é difícil encontrar aquela disposta a acionar a ré. Encontrar isso no casamento é como descobrir petróleo no quintal de casa. Duvido que um homem praticante do sexo anal constante com sua esposa tenha o mínimo de envergadura moral para, numa roda de amigos, soltar algo como: “meu casamento tá uma merda” – Jamais! Em meio a compatriotas que só sabem o que é isso em filmes da Silvia Saint, ele provavelmente receberia como resposta: “Ah, cala a boca que você pode comer uma tarraqueta”.

Todos os problemas acabam quando se tem o poder sobre o botão de sua esposa. Para melhorar, o homem que tem este tesouro, além de poder penetrar nos confins do maravilhoso mundo de Nárnia, poderá dormir tranquilo sabendo que sua mulher provavelmente não está lhe traindo.

Mulheres, cuidado. A partir de agora qualquer jantar romântico poderá ser entendido como uma tentativa de emplastrar-lhe o roscofe. Já até imagino um Zé peladão correndo pela casa atrás de sua mulher aos prantos, gritando: “Amor! É pelo bem das crianças!”

Canalhas adoradores de cu. Tsc, tsc, tsc.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Homens e o sexo


Vi esse debate no SexToys e quero compartilhar com vocês. Você mulher gostaria de saber tudo o que o seu parceiro está pensando durante o sexo? Afinal, o que eles pensam debaixo dos lençóis? Será que eles notam a celulite ou o pneuzinho? Ou eles pensam em futebol?

Segundo pesquisas para o homem, o momento do sexo é único, por isso ele curte como se aquela oportunidade fosse a última da sua vida. Afinal, ele se preocupa, e muito, com seu desempenho sexual. O homem acredita que é muito sortudo por estar com aquela mulher e aproveita cada segundo ao seu lado.

Outra coisa que passa pela cabeça do homem é o corpo. Os homens gostam que a mulher fiquem por cima, assim, dá para eles verem o seu corpo inteiro e as partes que a roupa cobre. Se eles reparam na celulite? Sim, mas isso não corta o tesão na hora do sexo.

Homem pensa em futebol na hora H? A resposta é não. Para os homens, não é nada excitante pensar em trogloditas correndo atrás de uma bola. Eles se concentram unicamente em satisfazer a sua parceira.

E o que atrapalha a performance do rapaz?

O homem precisa de concentração. Qualquer barulho perturbador pode cortar o clima. Silêncio durante o sexo também não é muito legal. Se a mulher parar de gemer, ele pode pensar que não a está satisfazendo na cama.

O que ajuda no desempenho sexual do homem?

Além de demonstrar que você está gostando através de gemidos, respiração ofegante e movimentação, homens gostam de serem surpreendidos. Aparecer com sex toys ou cosméticos eróticos pode aumentar o tesão entre o casal. Mas cuidado! Se for sua primeira vez com o rapaz é melhor pegar leve…

Ou seja, mulheres, nada de insegurança na cama! Aproveitem sem vergonha…

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Alimentos que facilitam a queima de gordura


1 - Pêra: A pêra é uma fruta muito fibrosa, o que ajuda na sensação de saciedade - que tal comer uma antes das refeições para controlar o apetite voraz? - e no bom funcionamento do sistema digestivo. Mas atenção! O recomendado é comer a fruta com casca, pois é la que está concentrada grande parte das fibras.

2 - Grapefruit ou Toranja:
A grapefruit possui um composto que ajuda a regular a insulina no organismo, hormônio que controla nosso estoque de gordura e apetite. Caso você não encontre a grapefruit em sua cidade, também vale tentar a laranja-pêra e a laranja-bahia, frutas da mesma família que possuem o mesmo composto.

3 - Amêndoas: A amêndoa faz parte do grupos das frutas oleaginosas. Um alimento rico em ômega-3, gordura do bem (também encontrada no salmão) que ajuda a controlar nossa saciedade. Além disso, elas também são ricas em fibras! Uma boa dica é trocar lanches calóricos por um punhado de amêndoas, que tal?

4 - Chocolate: Sim, o irresístivel doce não é vilão, mas deve ser consumido com moderação e na versão “amarga”, que é rica em antioxidantes, substâncias que evitam o acúmulo de gordura em nossas células.

5 - Feijão branco:
O feijão branco possui uma substância chamada Phaseolo que age como queimador de gordura, mas importante: este componente perde sua eficácia ao ser cozido, os feijões devem ser comidos ao natutal (ficam uma delícia com salada!).

terça-feira, 18 de maio de 2010

Mais 10 dicas de como superar o pé na bunda



Vocês terminaram, ele te deu um fora e não quer voltar, agora você está mal porque não consegue esquecer seu ex.. E quando você consegue se distrair, deixar o pensamento longe dele, você acaba batendo de frente com ele na padaria, no mercado, ou naquele show que você ia só para esquece-lo. Ou pior, você vai se encontrar com seus amigos, que por sinal são os mesmos amigos dele e acaba ficando de carão qndo o vê..
Saiba como mudar essa situação.

1) Mesmo que você esteja sofrendo, morrendo, chorando o dia e a noite inteira por ele, demonstre que está bem, feliz e decidida! Demonstrar que está mal só vai fazer com que ele se sinta o gostosão perante todos, e é você quem vai acabar se saindo como a trouxa que levou o fora!

2) Faça novas amizades! Manter uma amizade durante anos é bom pra todo mundo, mas fazer novas amizades nessa nova fase é essencial! Querendo ou não seus amigos são os mesmos que o dele e sempre que a galera marcar de sair ele vai estar lá no meio da rodinha, e quem vai ficar mal? VOCÊ! Portanto se abra pra novas amizades e evite os lugares que ele esteja.

3) Faça coisas para preencher seu tempo. Frequente uma academia, faça um cursinho, visite uma amiga distante, saia com a familia, vá a praia, piscina, se dedique ao que gosta, isso ajudará e muito a esquecê-lo, mesmo que por algumas horas, o que te trará menos sofremento, e aos poucos você nem sentirá mais a falta dele.

4) Nunca, jamais, em hipótese alguma deixe sua tristeza abrir o seu apetite. De nada vai adiantar se afogar em sorvetes, balas, chocolates e derivados.. Isso só fará você aumentar de peso e depois pra recuperar será bem mais difícil que resistir a essas gostosuras.

5) Se abra a novas paixões! Dê uma chance para aquele carinha que sempre te olhou, que te convidava pra sair mas você não saia porque namorava. Ou aquele carinha que você acha que tem um papinho chato e blá blá blá.. De repente o papo dele nem é tão chato assim, e mesmo se for, você não vai perder nada dando uma saidinha com ele.

6) Vá as compras! Não há nada melhor do que você comprar uma blusa ou sandália nova.. Ou até mesmo ir a um salão fazer o cabelo ou as unhas, ou ao menos as sobrancelhas, compre aquele baton que é puro luxo... Invista em tudo que te deixa poderosa, se ame em primeiro lugar e tudo se tornará mais fácil!

7) Não ligue pra ele! E se por algum motivo ele te ligar, não atenda as chamadas dele! Você quer esquecê-lo e manter contato não te ajudará em nada.

8) Jogue fora os presentinhos que ele te deu, as cartinhas de amor, ou até mesmo aquele perfume que faz você lembrar dele. Recordações não são boas quando seu objetivo é esquecer o que vocês passaram juntos.

9) Não peça explicações e motivos. Tudo isso é passado e não vai ajudar em nada, acredite.

10) "O que os olhos não vêem, o coração não sente!". Pense nisso antes de visitar o perfil do orkut dele, ou twitter, ou seja lá o que for. Acabou, ele te deu um fora, então chega. Ficar fuçando o perfil da criatura só fará você ficar mais triste. Se possível o exclua da sua rede de amigos.

8 mitos das dietas


A Ana Mendes publicou no Mulher Portuguesa um artigo interessante que desmitifica alguns mitos sobre as dietas.
Confira os 8 mitos das dietas:


Estar em Jejum - A ideia de que se devem saltar refeições – café da manhã, almoço e jantar- é completamente errada! Pelo contrário. Deve-se evitar períodos longos de jejum e fracionar a alimentação ao longo do dia.

Ser vegetariano - O mito de que comer só vegetais é mais saudável também é ERRADO. Neste tipo de cozinha são frequentemente apresentadas confecções como fritos, guisados ou molhos adicionados como soja ou natas, aumentando o valor calórico e lipídico.

Iogurtes - Os iogurtes magros são melhores e não engordam: Errado! Os iogurtes magros chegam a ter cerca de 13 gramas de açúcar.

Sucos naturais - Os sucos naturais são frequentemente mencionados como sendo uma bebida saudável e que «não engorda». Mas um suco natural tem mais calorias que a fruta e perde bastante ao nível da ingestão de fibras.

Fruta - Deve-se ingerir grandes quantidades de fruta e substituir as refeições por fruta. Errado! A fruta também tem açúcar (frutose) e não se devem fazer refeições só de fruta.

Azeite - O azeite é uma gordura saudável. Podemos abusar. Não!!! O azeite é uma gordura saudável sim mas deve-se ingerir em quantidades moderadas.

Saladas - Se comermos sempre saladas não engordamos. A verdade é que as saladas de hoje são altamente calóricas e carregadas de molhos como maionese, pastas de delícias do mar ou atum, frutos secos, etc.

O pão engorda - O problema do pão é apenas o seu consumo à hora da refeição, com manteiga à mistura, azeitonas e entradas (presunto, queijos, etc...). Deve-se comer pão sim. Mas cuidado com o sal. Tendencialmente é preferível consumir pão escuro – ao café da manhã e ao lanche. Não devemos acrescentar pão à refeição.

O melhor que pode fazer é ter uma vida ativamente saudável: Faça exercícios, beba muita água (1,5 Litros por dia ) e verá que o seu corpo responderá aos estímulos que lhe são dados!

Intimidade fail


Começa aos poucos. No namoro, um belo dia você vai ao banheiro e deixa a porta aberta. Em seguida, está usando fio dental na frente dele. Facilmente, seu namorado já faz xixi na sua frente e um belo dia escapa um arroto à mesa.

O tempo vai passando. Começam a morar juntos, ou casam, sei lá. Tudo é feito junto. Ou um na frente do outro. Os dois juntos no banheiro. E não estou falando de tomar banho juntos, que é outra história. Comem juntos às vezes, porque nem sempre dá tempo, mas os modos à mesa já estão deixando a desejar. Eu, que morei anos sozinha, sei que quando estamos bem à vontade e sós, comemos de qualquer jeito. Aí, quando temos intimidade com a outra pessoa, passamos a agir como se estivéssemos sozinhos.

Os anos continuam passando. Você já tem intimidade até com a família dele. Um dia, discute com ele por alguma bobagem na frente da mãe dele. Depois, é a família dele que discute dentro da sua casa. Afinal, todos já são uma só família...

Acho que é nesse momento que a intimidade passa a ser excessiva. É bacana você ter liberdade perto de quem você ama, poder falar de certas intimidades suas, poder pedir socorro financeiro quando precisa, desabafar... mas ir ao banheiro de porta aberta, discutir na frente dos outros, ser tratada como membro da família no sentido ruim da coisa... acho que aí você passa a ser mais irmã do que mulher, e às vezes age também como mãe do seu homem.

Mulher, na maioria das vezes, gosta de comandar a casa. Deixar do jeitinho que ela gosta. E homem, quando não chegou a morar sozinho, acha isso bem bom. Natural, até. Afinal, sua mãe fazia isso e seu pai nem ligava... Mas quando nos damos conta, estamos mandando ele guardar seus tênis! Como uma mãe faz! E tem mulher que até fala "Meu marido me ajuda em casa" - como se a obrigação fosse dela, e não dos dois. A gente ajuda o outro quando a obrigação é do outro, e não quando é dos dois. Num casamento e dentro de uma casa, os dois tem a mesma obrigação. Cada um tem que fazer a sua parte, e não falar que está ajudando.

Isso bagunça uma relação. Porque você não sente por ele o que sente por um filho, nem ele sente por você o que sente pela mãe. Você cobra coisas sem sentir. Como evitar isso? Ou como corrigir isso?

Penso que se olharmos para o outro sempre como nas primeiras vezes, com curiosidade e com respeito, a intimidade nunca vai ser demais. Você se arrumava para sair com ele, e ele para sair com você. Por que agora aquele desleixo dentro de casa? Toma banho e coloca aquela roupa velhinha... Isso pode até ser charmoso no começo, mas depois de um tempo tira todo o tesão.

Você cuidava o que falava na frente de seus parentes. Continue mantendo uma distância considerável. Como dizia uma amiga, parente é bom... a 500 km de distância! Cada família tem seu jeito de cuidar de seus problemas, não misture as estações.

Ou seja: um pouco de distância e privacidade é tudo. A gente tem as amigas pra cortar as unhas na frente. A gente tem parentes para discutir e fazer as pazes. Casamento tem que ter respeito e acima de tudo, cuidado. Cuidado um com o outro. E um certo distanciamento às vezes, para ver se o outro está mudando, como aliás a gente também muda, e tudo na vida está sempre mudando.

Erros e lições para um casamento duradouro


Erro número 1 = Perder a capacidade de comunicação, se isolar dele/dela e dos amigos, do mundo, viver na internet, não saber o que o outro faz.
Lição número 1 = Mantenha contato com as pessoas, visite, telefone, tenha uma vida social... são eles que ficarão com você caso você se separe! Maridos, leiam os blogs que ela lê sobre relacionamentos, senão não vai adiantar nada eu estar aqui escrevendo só para as mulheres, um casamento é feito a dois!

Erro número 2 =
Não ande pelada na frente dele! Parece bobagem, mas com o tempo ele acostuma e não acha mais graça nenhuma!
Lição número 2 = Deixe para fazer disso uma surpresa, por exemplo, um dia ele entra para debaixo dos cobertores e descobre que você está nuazinha...

Erro número 3 = Usar o banheiro de forma comunitária... um escovando os dentes, o outro tomando banho, ou fazendo outras coisas piores.
Lição número 3 = Não use o banheiro quando ele estiver lá! E quando for para o banheiro, se tranque! Banheiro a dois só pra dar aquela rapidinha no bar ou na casa da sogra!

Erro número 4 = Seguindo a mesma linha de raciocínio, fazer as unhas, se depilar, arrumar o cabelo na frente dele.
Lição número 4 = Suas intimidades são suas, embora lá de vez em quando você possa provocá-lo pedindo que ele depile sua virilha, por exemplo rsrsrs...

Erro número 5 = Quando sente que a coisa está se quebrando, que o casamento não está mais satisfazendo, a primeira tendência é fugir, se afastar do outro, culpá-lo e até se vingar.
Lição número 5 = Pára tudo que eu quero descer! Um casamento é feito e estragado por duas pessoas, e pode ser questionado e consertado por duas pessoas. Dar um tempo pode ser uma solução, sim!


Erro número 6 = Deixar o sexo para amanhã porque você ou ele estão cansados, ou porque tem que levantar cedo no outro dia, ou qualquer uma daquelas desculpas que a gente usa porque aquele corpo vai estar ali amanhã mesmo, enfim...
Lição número 6 = Peça a ele que passe hidratante no seu corpo após o banho, assim você já ganha uma hidratação, uma massagem, preliminares e... sexo \o/! Maridos... vocês também podem tomar a inciativa! Aí na barra lateral do blog tem um monte de blogs legais com dicas valiosas sobre sexo, nunca é tarde para aprender!

Erro número 7 = Levar os filhos a todos os lugares e viagens. Fazer tudo em família. Viver enfiado na casa dos sogros.
Lição número 7 = Reserve momentos especiais só para os dois, mande os filhos dormirem na casa dos amiguinhos ou dos avós, viajem só os dois, programem um motel, esqueçam da prole por alguns momentos!

Erro número 8 = Ter conta conjunta ou cartão de crédito comum, ou não ter controle do que cada um gasta.
Lição número 8 = Cada um deve ter o seu controle de gastos, as contas da casa devem ser repartidas, e se um dos dois ganha mais, pode haver um consenso de que pague por alguns supérfluos, como viagens, jantares, etc.

Erro número 9 = Falar mal dos parentes do marido/esposa.
Lição número 9 = Ele já tinha aquela família quando você o conheceu. Provavelmente ele será muito parecido no modo de agir e pensar com seus familiares. Pense bem antes de casar porque estará comprando um pacote completo, não há como fugir.

Erro número 10 = Pensar que é para sempre mesmo, e se conformar com coisas que você decididamente não concorda. Deixar as coisas esfriarem, virar parente, empurrar com a barriga.
Lição número 10 = Conversar. Conversar. Conversar. Tentar mudar. Tentar evoluir. Estamos no mundo para transformar, senão ainda moraríamos nas cavernas. Para que serve o tempo mesmo? E o cérebro?

Não passe o dia dos namorados sozinha(o)

Caros amigos encalhados:

Você, amiga de cabelo arrumado, unhas feitas e calcinha nova, e que apesar de toda essa perfeição humana quando Deus te desenhou ela estava de mau humor e resolveu passar para o próximo desenho, saiba que eu te entendo! A semana dos namorados está chegando, e você que fingia não dar a mínima atenção para dormir de conchinha com outro ser humano, agora está mais sensível. Diz que odeia essa época. Diz que é independente e não precisa de homem pra viver. Diz que é uma data comercial e sem sentido algum. Mas no fundo queria receber uns chocolates de surpresa, com cartão dizendo que tu és a escada da subida de alguém.

Você, amigo nerd que se chama de geek para ser descolado. Você que escreve bem, tem até um blog, uma profissão, um estudo, é bípede, alfabetizado e bom de cama. Você arruma o cabelo e passa perfume para sair e apesar disso quando Deus te desenhou, ele estava rascunhando na beira do mar, e depois jogou de oferenda para Iemanjá. Saiba que eu te entendo! Você diz para os amigos que está feliz e solteiro, é praieiro, é guerreiro e come quem quiser na hora que quiser (mesmo sabendo que não come ninguém há tempos). Você que ri dos seus amigos de 'coleira', tira o sarro da grana que vão gastar com essas datas comerciais de mulherzinha e sabe que no fundo vai ficar sozinho ou rodeado de amigos bebados e losers no dia 12.

No entanto, seus problemas acabaram!!! Depois de dias de pesquisa em portais femininos, revistas de relacionamentos, enquetes em redes sociais, 10 barras de chocolate e 2 doses de wisk, venho apresentar-lhes os 10 passos infalíveis para se conseguir um cobertor de orelha nesta noite tão mágica, especial e esperada como o Dia dos Namorados. Muita atenção, todos os passos são friamente calculados.

1 - Faça um curso intensivo on line de 2horas com o pacote webdesign, photoshop, monetização, reforma ortográfica e redes sociais.

2 - Aplique o aprendizado. Faça um site/blog de humor com textos curtos e muitas imagens. Siga as tendências e linke todos os grandes sites/blogs da internet. Diga que são seus amigos, os conheceu quando foi na CampusParty, ou qualquer evento nacional de grande repercussão. Reserve 500 reais e pague um publieditorial para o seu blog pra eles. Só exija que eles deixem claro sua competência e amizade. Se for mulher, peça para que eles te incluam no ranking das 'gostosas da internet'. Faça um MediaKit com estatísticas impressionantes. Faça isso em 5 horas.

3 - Fotos. Suas fotos são essenciais para o exito. Pegue sua máquina e tire 345 fotos de si mesmo. Produção bacana, use maquiagem, roupas da moda. Se você estiver gordinho não se acanhe. Saiba que um dos blogueiros mais famosos é gordinho e pega uma gostosa. Mas você ainda não é ele. Portante amigo(a) use todos os conhecidos adquiridos no curso supra citado de photoshop. Vai funcionar.

3 - Pronto, 7 horas depois você já está na pista para negócio. O país está interessado em você, publique coisas sem pagar. Links, imagens, sexo, fale de sexo! Tenha um twitter. Claro, use a melhor foto e espalhe retuites. Cite frases romanticas e de carência. Nesta fase, você já receberá e-mails, pedidos de add no msn e DMs...Começa a se formar o cardápio...

4 - Use todos os seus conhecimentos tecnologicos para gravar um podcast, um videocast, ter um programa no Justin.tv. e no Youtube. Divulgue isso até para seu porteiro. Em 7 horas você está conhecido. E seu desejo de compromisso também estará. E o desejo nacional de pegar uma pessoa conhecida também.

5 - Menos de 24horas depois você é um fenômero hein? Mas o trabalho ainda está por vir. Famoso deste jeito, vai começar a aceitar as parcerias, os recados, os e-mails e a triagem. Marque encontros, mande SMS romanticos para os preferidos, deixe claro que está se apaixonando, seja lá por quem for...

6 - Diga que tem Macbook, carro bacana, emprego supimpa e mesmo assim sua maior renda vem da internet. Seu adsense rendeu 500 dólares em 24horas. Acha exagerado? Conheço gente que jura que é verdade... e sim, não está encalhado. Como sustentar a mentira depois do dia 12? Não sustente, azar do seu futuro namorado que ficou com você por interesse...

7 - Você escolheu seu encontro no dia 12. Não pense que foi difícil, na internet está chovendo pessoas carentes para este dia. Mulheres fingem que vão dar por carência e homens fingem que estão se aproveitando disso. No fundo tudo é uma questão de sexo, dinheiro e companhia.

8 - Dia do encontro. Ao vivo é mais diífcil sustentar a tese de ser 'a gostosa da internet' ou o 'solteiro dos sonhos da internet', eu sei. Mas resolver é simples. Peça à alguém pra te ligar umas 5x durante o encontro. E atenda sempre com bom humor "- Opa, Tabet/Edney/Famoso na internet/Famoso na Tv, estou com uma pessoa especial aqui, não posso falar agora, vamos marcar na Globo semana que vem?' . Não tem ninguém? Programe o alarme. Resolvido. Você pegou o carro emprestado de alguém, ou alugou um. Se não pôde, diga que sofreu um acidente gravíssimo há 20 dias, quase morreu, e seu carro deu perda total. O seguro ainda não liberou o carro reserva. E você nem ia querer andar de UnoMille alugado, já que tem uma Pajero. Prefere o taxi. Assim pode acompanha-lo no vinho. Diga que não acreditava em amor a primeira vista, mas naquele momento mudou de idéia...

9 - O jantar está ótimo, mas vá embora antes que encha. Dia dos namorados é um inferno para sair. Prefira lugares vazios. Diga que alugou um filme e queria ve-lo em casa. Se sua casa não condiz com sua "Pajero" ou você ainda mora com seus pais, diga que estão reformando sua casa e você está temporariamente em um flat/hotel, convide a pessoa para assistir por lá, a carta de vinhos é ótima...

10 - Pronto. Você conseguiu. Se o sexo e o papo foi bom, sustente por mais uma semana. Se não foi, poste um audio de "pegadinha do mallandro" no seu blog de sucesso, mude seu nick/nome/foto na internet e agradeça a Santo Antônio pela graça alcançada, afinal, o dia seguinte (13) é dele.


Observe bem que as dicas são apenas para não passar o dia 12 sozinha(o), afinal se quer realmente um relacionamento duradouro não será uma vida de aparências que vai te ajudar.

Motel japonês















terça-feira, 11 de maio de 2010

Lógica feminina

Recebi por email da minha queridíssima amiga Daniela Pinheiro da Costa

Uma mulher estava passando de carro por uma rua e ao parar no sinal de trânsito foi abordada por uma moradora de rua, muito suja e de péssimas aparência, que pediu a ela dinheiro para comprar comida.


A mulher pegou a carteira da bolsa, tirou R$ 50 e perguntou: 'Se eu te der este dinheiro, você não vai sair com tuas amigas e gastar tudo?'


'Que é isso, dona, eu não tenho amigas. Moro na rua.'

'Você não vai sair aí pelas lojas gastando?'


'Não, eu não entro em loja porque não deixam e gasto meu dinheiro só com comida.'

'Você não vai usar para ir a um salão fazer cabelo e unhas?'


'A senhora tá malucas? Faz uns vinte anos que não sei o que é salão.'

'Bom, a mulher disse, 'Eu não vou te dar o dinheiro. Entre aqui no carro que eu vou te levar para jantar comigo e meu marido esta noite.'


'Não faz mal. Entre aí. Quero que ele veja como fica uma mulher quando ela para de sair com amigas, fazer compras e ir ao salão." '

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Dar é dar e o amor é outra coisa...


Dar é dar.
Fazer amor é lindo, é sublime, é encantador, é esplêndido.
Mas dar é bom pra cacete.
Dar é aquela coisa que alguém te puxa os cabelos da nuca...
Te chama de nomes que eu não escreveria...
Não te vira com delicadeza...
Não sente vergonha de ritmos animais. Dar é bom.
Melhor do que dar, só dar por dar.
Dar sem querer casar....
Sem querer apresentar pra mãe...
Sem querer dar o primeiro abraço no Ano Novo.
Dar porque o cara te esquenta a coluna vertebral...
Te amolece o gingado...
Te molha o instinto.
Dar porque a vida é estressante e dar relaxa.
Dar porque se você não der para ele hoje, vai dar amanhã, ou depois de amanhã.
Tem pessoas que você vai acabar dando, não tem jeito.
Dar sem esperar ouvir promessas, sem esperar ouvir carinhos, sem
esperar ouvir futuro.
Dar é bom, na hora.
Durante um mês.
Para os mais desavisados, talvez anos.
Mas dar é dar demais e ficar vazio.
Dar é não ganhar.
É não ganhar um eu te amo baixinho perdido no meio do escuro.
É não ganhar uma mão no ombro quando o caos da cidade parece querer te abduzir.
É não ter alguém pra querer casar, para apresentar pra mãe, pra dar
o primeiro abraço de Ano Novo e pra falar:
"Que que cê acha amor?".
É não ter companhia garantida para viajar.
É não ter para quem ligar quando recebe uma boa notícia.
Dar é não querer dormir encaixadinho...
É não ter alguém para ouvir seus dengos...
Mas dar é inevitável, dê mesmo, dê sempre, dê muito.
Mas dê mais ainda, muito mais do que qualquer coisa, uma chance ao amor.
Esse sim é o maior tesão.
Esse sim relaxa, cura o mau humor, ameniza todas as crises e faz você flutuar
Experimente ser amado...
[Luís Fernando Veríssimo]

Quando o amor é prejudicial


O amor apesar de ser um dos sentimentos humanos mais conhecidos e retratados nas artes e na mídia em geral – somente passou a ser cientificamente estudado recentemente e muitas pessoas que sofrem com sua maneira de amar, se mantendo em relacionamentos dolorosos e destrutivos ou mesmo amando à distância sem conseguir se desligar, têm procurado os profissionais especializados com a dúvida: "Afinal, a minha maneira de amar é normal ou patológica?"

A resposta a essa questão ajuda a pessoa a iniciar a sua própria avaliação. Assim como ocorre com todos os sentimentos, como o medo e a raiva, por exemplo, o limiar entre o que é normal e o que é patológico no amor romântico é difícil de ser estabelecido. Não existe uma maneira certa ou errada para amar, isso é variável de indivíduo para indivíduo.

No entanto, sabemos que, no amor saudável, é comum e até esperado o comportamento recíproco de prestar atenção e cuidados ao parceiro. Quando esse comportamento se torna excessivo e a pessoa se vê obrigada a manter atenção no parceiro mais do que ela considera razoável, passando a deixar de lado outras atividades e pessoas que antes valorizava como filhos e amigos, ela pode estar com um problema que convencionamos chamar de amor patológico.

Para ajudar na avaliação da “dosagem” de seu amor com relação a(o) seu(ua) parceiro(a), procure se questionar sobre:

* Você costuma sentir-se satisfeito com a quantidade de atenção e tempo que dedica a(o) seu(ua) parceiro(a) ou percebe que fez mais do que gostaria ou do que ele(a) mereceria?

* Você acha que a quantidade de atenção que você dirige a(o) seu(ua) parceiro(a) está sob o seu controle ou é comum tentar se conter e não conseguir?

* Você mantém outros interesses e relacionamentos ou abandonou pessoas e atividades para privilegiar a relação com essa pessoa em especial?

* Você continua se desenvolvendo pessoal e profissionalmente após o início de seu relacionamento amoroso?

Se você respondeu “não” à maioria das questões, é um sinal de alerta; nesses casos, existe a necessidade de realizar uma avaliação clínica mais aprofundada com um especialista, psicólogo ou psiquiatra.

Outra pergunta bastante comum é “Amar dessa maneira patológica é, definitivamente, sofrer?” A resposta é “sim”. Muitas pessoas que estão passando por essa situação referem sentir que o(a) parceiro(a) que é alvo desse sentimento funciona como uma droga. Dizem eles: “Fulano(a) é a minha cocaína”. De fato, há características do amor patológico que se assemelham às da dependência de álcool e outras drogas que precisam ser avaliadas cuidadosamente, tais como:

1. Sinais e sintomas de abstinência (dores musculares, insônia, taquicardia, ansiedade, depressão etc.) na ausência ou distanciamento (mesmo afetivo) do(a) companheiro(a); quando o(a) parceiro(a) “volta” ou “dá sinal de interesse”, esses sintomas desaparecem ao menos momentaneamente;

2. A pessoa se ocupa do parceiro e dos interesses dele mais do que ela gostaria, muitas vezes não chegando a receber a mesma atenção em retorno;

3. Atitudes para diminuir ou para controlar o comportamento de cuidar do parceiro são difíceis e, em geral, mal sucedidas;

4. A pessoa gasta muito tempo pensando no(a) parceiro(a) ou controlando suas atividades;

5. Ocorre abandono de interesses e atividades antes valorizadas;

6. O quadro é mantido, apesar da pessoa saber que gera problemas (inclusive profissionais) para ela, para o(a) parceiro(a) ou para os familiares.


Além dessa avaliação, o profissional irá analisar, juntamente com cada cliente, se um transtorno psiquiátrico está presente ou não. Existem pessoas que desenvolvem esse quadro devido a sintomas de ansiedade e de depressão anteriores ao amor patológico e, nesses casos, o relacionamento destrutivo e conturbado funciona como atenuante do sofrimento gerado por esses sintomas e o tratamento medicamentoso pode ser necessário.

No entanto, os casos de amor patológico também podem ocorrer como problema isolado tanto em homens quanto em mulheres, principalmente aqueles com baixa auto-estima e profundos sentimentos de raiva, abandono e rejeição. Na infância dessas pessoas, o modelo familiar predominante era o ansioso-ambivalente, ou seja, na relação entre mãe/pai com o bebê, este não se sentia seguro quanto ao apoio do(a) pai/mãe (ou de quem os substituiu) em situações amedrontadoras. Quando uma criança aprendeu esse modelo de relação, ela poderá repeti-lo em sua relação amorosa, na vida adulta. A psicoterapia está indicada nestes casos, para reestruturação desse modelo, ajudando a pessoa a se fortalecer, de modo a possibilitar o desenvolvimento de outro modelo de relação. Isso não significa trocar de parceiro, mas sim adquirir a capacidade de se relacionar de maneira mais segura e saudável com o parceiro atual ou com quem ela queira se relacionar.

Outro tipo de problema que ocorre frequentemente no âmbito do relacionamento amoroso é a dificuldade de um dos parceiros em formar um laço mais duradouro, apegar-se, de forma a amadurecer a relação. Esses indivíduos têm dificuldade de passar do estágio da paixão. O que os motiva é o jogo da sedução e da conquista e, uma vez conquistado, o parceiro deixa de representar um interesse. Em geral, o modelo aprendido na infância é o rejeitador, no qual o bebê, ao procurar proteção, experimentava constante rejeição por parte dos pais. Ao se tornar adulta, a pessoa passa a tentar viver sem precisar se envolver, isto é, sem amar e sem a ajuda dos outros, dificultando a formação do laço amoroso. Muitos conquistadores se encaixam nessa situação e alguns se incomodam a ponto de procurar um terapeuta, enquanto outros são pressionados pelo(a) parceiro(a) a mudar.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Algusn dados interessantes sobre o que os homens pensam:


1. Quando ela faz sexo oral no primeiro encontro...
- fico com tesão e retribuo (43%)
- acho natural (37%)
- me pergunto se é séria (11%)
- sei que não vou namorá-la (9%)

2. Mesmo comprometido, teria um caso com:
- uma colega de trabalho (35%)
- uma gata da academia (26%)
- uma vizinha (22%)
- uma ex (17%)

3. O que mais me Excita:
- o sexo entre mulheres (38%)
- uma bela lingerie (31%)
- palavras picantes ao pé do ouvido (18%)
- um strip-tease surpresa (13%)

4. Se descobrisse que minha garota me traiu...
- terminaria o namoro (61%)
- conversaria com ela e, dependendo do motivo, perdoaria (23%)
- faria o mesmo com ela (15%)
- partiria para cima do cara (1%)

5. A melhor transa é:
- qualquer uma (69%)
- aquela não programada (19%)
- logo depois de acordar (7%)
- à noite, depois de umas taças (5%)

6. Quando me masturbo, penso com mais frequência em...
- mulheres que não existem (2%)
- mulheres famosas (8%)
- na minha namorada (23%)

7. Saber que minha namorada se masturba...
- me excita e desperta a vontade de vê-la em ação (51%)
- é supernormal (28%)
- me deixa curioso para saber no que ela pensa enquanto se toca (17%)
- é frustrante porque mostra que falhei de alguma forma (4%)
- em todas elas (67%)

8. No sexo, os quilinhos a mais de uma mulher...
- não fazem a menor diferença (41%)
- só atrapalham se ela estiver muito encanada com eles (32%)
- impedem uns movimentos (15%)
- incomodam quando a luz está acesa e ressaltando a realidade (12%)

9. Agora, Sobre o tamanho do meu pênis...
- não preciso me preocupar (53%)
- quero saber a verdade, por mais que ela seja dolorida (23%)
- nem pergunto para não ficar grilado com comparações (21%)
- prefiro viver com uma mentira à verdade cruel (3%)

10. Faço sexo oral nela...
- se estou com vontade, mesmo no primeiro encontro (38%)
- se sei que ela está “limpinha” (31%)
- se tenho intimidade (27%)
- sempre que ela pede (4%)

11. Transar de luz acesa é:
- broxante, porque acaba com todo o mistério da sedução (1%)
- excitante, porque revela muito mais o corpo da garota (39%)
- algo que prefiro evitar (13%)
- algo que não faz a diferença (47%)

12. Participaria de um suingue de casais...
- se estivesse solteiro (31%)
- não participaria (25%)
- desde que minha namorada não estivesse junto (25%)
- se minha namorada topasse (19%)

Antes de ir ao motel, saiba que:


Mulheres, garotas e meninas. Vocês podem até duvidar, mas o motel é um lugar propício para você pagar mico. Ainda mais quando você vai com o bofe, ou peguete, pela primeira vez. Para não transformar sua noite de prazer em terror, acompanhe essas dicas:

• Leve seu shampoo e condicionador
Acredite amigas, você vai precisar deles. Ainda mais se você for passar a noite e ir trabalhar no outro dia. Nem os motéis mais caros são munidos de shampoo e condicionador que PRESTEM. Então, se você tem o cabelo sensível (pra não dizer ruim), leve seus próprios produtos, ou o lindo vai ver a transformação da chapinha da noite anterior até a réplica do Rei Leão.

• Leve seus preservativos
Nem sempre os preservativos que estão a venda no motel são daquela marca que você gosta. Não custa passar na farmácia e comprar um bom, evitando assim possíveis acidentes, se é que você me entende.

• Os sais de banho são pagos
Antes de abrir aquele potinho liiiindo e despejar todos sais de banho na banheira, observe se tem um preço nele. A maioria dos motéis disponibiliza de graça somente espuma de banho, não os sais. E alguns chegam a custar até R$ 30.

• Não caia na tentação da mocinha
Muitos motéis deixam um Kit paixão, composto por uma lingerie sexy e um sache de leite condensado. Já vou logo avisando: leite condensado não dá certo nos pelos. Por mais que tome banho, aquela nhaca de leite permance. Conselho de amiga...

• Não vá para o motel com fome
Quando não se tem muita intimidade com o parceiro, a alimentação pré-maratona de sexo deve ser especial. Nada com muita gordura, nem com muito gáss. Se houver jantar antes, vá de suco, saladinha ou no máximo uma massa leve. O importante é não ir morrendo de fome, já que comida de motel nem sempre é boa. Não se esqueça que tudo que você fizer no banheiro poderá ser ouvido no quarto.

• Se for pedir comida no motel, escolha algo leve

Motéis são especialistas em "comidas", não em alimentos. Então não ouse demais na hora de escolher o petisco. Mesmo que haja itens interessantes no cardápio, como Camarão na Moranga, Risoto de Fungui ou Filé à Cubana, não caia na tentação de pedir. Dor de barriga no motel ninguém merece, não é mesmo?

• Não confie nos cobertores
Se o cobertor não estiver dentro de um saquinho lacrado, não use. Tem muito motel por aí que não lava cobertor toda vez que ele é usado. Ecati. Os lençóis, por sua vez, costumam ser bem limpos. Eu tinha uma amiga que costumava levar lençol para o motel. Péssimo isso! "1 minutinho amor, deixa eu estender aqui" #fail!

• Piscina poluída
As piscinas de motel costumam ter muuuuuuuuuuuuuuuuuuuito cloro. Não vá me dizer que você achava que eles trocavam toda aquela água a cada casal que deixava o local? Aquele cloro todo mata os bichos, mas se você for loira, prepare-se para sair de cabelo verde.

• Confira se passa o seu cartão antes de entrar

Antes de ir pro rala e rola, veja se o motel aceita sua forma de pagamento. Muitos não aceitam cheque e alguns chegam a restringir um ou outro cartão. Deixar o documento no motel é vergonhoso!

• Não se esqueça de secar os cabelos

Se você vai pra sua casa depois, não corra o risco de ver seu pai perguntando por que seu cabelo está molhado. Tem dias que não cola falar que choveu!

Alguns gráficos (clica pra aumentar as imagens)












Homens são como o vinho, mas alguns viram vinagre